Manejo do complexo respiratório felino em abrigos – Medicina veterinária do coletivo

Publicado em: 29/03/2020

Os abrigos são locais em que os gatos estão mais predispostos às doenças infecciosas, em função da alta densidade, do estresse, de nutrição inadequada e de doenças sistêmicas ¹. Os gatos domésticos são predadores territorialistas e solitários ², e mantê-los em um abrigo gera estresse, principalmente em função da alta densidade animal 2,3, o que também dificulta a eliminação de doenças infecciosas 4. No entanto, as práticas de gestão e manejo podem reduzir substancialmente a frequência e a severidade das doenças 5. Cada abrigo tem uma estrutura física peculiar, e o manejo e a gestão diferem em cada caso, necessitando de protocolos personalizados para o desenvolvimento adequado das ações e a manutenção de bons (…)

Publicado em: Clínica Veterinária, Ano XXV, n. 145, março/abril, 2020

Autores: 

Cintia Parolim Ferraz
MV, CRMV-PR: 16.697
Serviço de Perícia Animal UFPR – Consultoria Técnica em Medicina de Abrigos
UFPR
[email protected]

Lucas Galdioli
MV, CRMV-PR: 16.773 Serviço de Perícia Animal – UFPR Consultoria Técnica em Medicina de Abrigos
UFPR
[email protected]

Letícia Christine Felician Lima
MV, CRMV-PR: 15.435Serviço de Perícia Animal – UFPR Consultoria Técnica em Medicina de Abrigos
UFPR
[email protected]

Rita de Cassia Maria Garcia
MV, CRMV-SP: 5.653, mestre, dra., profa. – UFPRDepto. de Medicina Veterinária
UFPR
[email protected]

Gostou? Compartilhe:

Publicações Relacionadas

...
CRMV-CE convida abrigos de animais a se cadastrarem em 1º mapeamento nacional
...
Enriquecimento Ambiental como Ferramenta de Bem-estar para Abrigos de Cães
...
Plano Nacional de Contingência de Desastres em Massa Envolvendo Animal
...
Entenda mais sobre a iniciativa “Medicina de Abrigo Brasil”